Enquanto o país vai vendo estas notícias, e pagando para esta empresa continuar a funcionar, os trabalhadores da CP e os seus familiares voltam a viajar gratuitamente nos comboios da empresa a partir de 1 de janeiro, segundo deliberação do Conselho de Administração, repondo um direito suspenso há três anos.